PRODUTOS > MEDICAMENTOS >VOCÊ SABIA?

Você Sabia?

Homeopatia, o que é?

Homeopatia é uma ciência cujo princípio está baseado na cura pelos semelhantes.

Quando dizemos “cura pelos semelhantes”, dizemos que o médico homeopata indica o uso de substâncias que causariam os mesmos sintomas que a doença em seu corpo, só que como a medicação é administrada em doses muito reduzidas, elas têm a capacidade de estimular seu organismo a buscar o equilíbrio.

Nessa terapêutica é comum dizer que trata-se o doente e não a doença. Ou seja, a enfermidade é concebida como um desequilíbrio interno e dentro dos conceitos homeopáticos o especialista trata o indivíduo em sua globalidade, com a ajuda de medicamentos específicos, que são destinados a aumentar a capacidade curativa que o organismo possui.

A Homeopatia é a especialidade médica que mais depende da interação paciente-médico. Desde a primeira consulta, até o final do tratamento, o paciente dirá quais os sintomas e sua intensidade. Será a partir desse relacionamento que o médico saberá, através do estudo das semelhanças, qual substância indicar para o paciente.

História da Homeopatia no Brasil

De acordo com a Associação Médica Homeopática Brasileira, os princípios homeopáticos de Samuel Hahnemann, são conhecidos nos Brasil desde sua criação, no século XVIII. Porém só em 1840, através do Dr. Bento Mure, médico francês, é que sua propagação se iniciou no Rio de Janeiro.

Embora o Instituto Homeopático do Brasil tenha sido fundado em 1843, só no ano de 1980 o Conselho Federal de Medicina reconheceu a Homeopatia e, dez anos após, ela passou a constar no Conselho de Especialidades Médicas da Associação Médica Brasileira, deixando assim de fazer parte das terapias alternativas.

Medicamentos homeopáticos

Os medicamentos homeopáticos são individuais. Sua prescrição é única para cada paciente, tendo assim uma dosagem adequada e de acordo com cada um. É importante saber que essa condição faz com que um mesmo medicamento não possa ser usado por mais de uma pessoa, mesmo que outra tenha a mesma substância como indicação, outros fatores podem variar a dosagem do remédio.

Homeopatia: uma ciência que atende só a mim?

Não. A Homeopatia é uma ciência muito extensa e, como já sabemos, é uma especialização da Medicina. Hoje, ela alcança também a Medicina Veterinária. Assim como nós, animais, domésticos ou não, têm problemas que podem ser resolvidos com Homeopatia. Hahnemann dizia que só um observador inexperiente poderia afirmar que: "Os animais não expressam os sintomas de suas doenças tão claramente quanto os homens. Eles não podem falar, mas as alterações no seu exterior, em seu comportamento e em suas funções vitais servem como uma linguagem perfeita".

Homeopatia x Alopatia

A diferença entre Homeopatia e Alopatia é que a primeira trata o doente segundo a “Lei da Semelhança” usando medicamentos que provocam sintomas parecidos com os provocados pela enfermidade, só que em doses diminutas.
Na Alopatia, que é a medicina tradicional, o medicamento provoca efeitos contrários aos sintomas provocados pela doença, buscando eliminá-la.

Fitoterapia

A Fitoterapia é uma terapêutica que utiliza como método de cura, medicamentos que sejam compostos por ervas medicinais. Todos nós já tivemos uma indicação amiga de um tradicional chá de boldo para enjôos e dores no estômago, por exemplo.

Presente em muitas tradições como método terapêutico, a Fitoterapia tem forte apoio da cultura popular em todo o mundo. Hoje, sua excelência é comprovada por estudos, e ela abrange os princípios e técnicas da Botânica e da Farmacologia.

É importante lembrar que, mesmo sendo um medicamento natural, os fitoterápicos não devem ser administrados sem orientação médica. Seu uso indiscriminado pode prejudicar a saúde.

Assim como os medicamentos industrializados, os medicamentos fitoterápicos no Brasil obedecem, desde 2004, à regulamentação estabelecida pela ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, que busca garantir a qualidade dos medicamentos para o consumidor.

Fitoterapia ou Homeopatia

Embora, a Fitoterapia e a Homeopatia usem produtos naturais, há uma diferença crucial entre elas. A principal é que a Homeopatia utiliza a lei dos semelhantes, remédios preparados por uma técnica especial chamada dinamização, suas matérias-primas são dos reinos vegetal, animal e mineral, enquanto a Fitoterapia utiliza apenas matérias-primas do reino vegetal.

Em relação à Fitoterapia, algumas vantagens podem ser evidenciadas como, por exemplo, o fato de constituírem uma alternativa aos medicamentos industrializados. O fator cultural também ajuda muito, já que o uso de plantas medicinais é popularmente conhecido.

Manipulação de medicamentos

Para a composição de um medicamento levam-se em conta fatores como: quantidade de substâncias, suas medidas exatas e formas de administração (envelopes, cápsulas, xaropes). As receitas têm que ser analisadas cuidadosamente por farmacêuticos antes de serem enviadas à produção.

Todos os produtos têm a obrigação de atender o padrão de qualidade estabelecido pela Anvisa. Uma das vantagens de um medicamento manipulado é que ele tem uma prescrição individualizada para cada paciente. Isso, com freqüência se traduz em sucesso no tratamento.